Polícia investiga quadrilha que praticava exploração sexual

Polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão em residência localizada no município de Balneário Pinhal. - FOTO: PC

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, em conjunto com a Polícia Civil (PC) de 12 estados, deflagrou na terça-feira (10), a Operação Bad Vibes. O objetivo foi combater o crime de exploração sexual contra crianças e adolescentes. A ação integrada teve como ponto de partida informações prestadas pela agência da Homeland Security Investigations (HSI) da Embaixada dos Estados Unidos em Brasília (DF), com base em investigações levadas a cabo pela agência da HSI em Pretória, África do Sul, que identificou a participação ativa de brasileiros nesses grupos.

Ao todo, foram cumpridos 36 mandados de busca e apreensão, além de cinco mandados de prisão temporária. Segundo a PC, os presos estariam envolvidos com a prática dos delitos por meio de grupos em aplicativo, onde eram comercializados e consumidos vídeos e fotografias com conteúdo de abuso sexual infanto-juvenil, bem como em outras plataformas e dispositivos informáticos porventura encontrados.

No Rio Grande do Sul foram cumpridos dois mandados, sendo um em Passo Fundo e outro em Balneário Pinhal, cidades onde residiam alguns dos suspeitos. Em uma residência do Litoral foram apreendidos equipamentos eletrônicos os quais serão encaminhados para Perícia.