Escola General Osório recebe Medalha da Assembleia Legislativa pelos 100 anos de fundação

Diretora Lurdes recebeu honrarias dos deputados Luciano (esquerda) e Paparico. - FOTO: Raul Pereira

Dezenas de pessoas estiveram reunidas na tarde de terça-feira (16), na sede da Assembleia Legislativa do Estado (AL-RS) para acompanhar a entrega da Medalha da 56ª Legislatura à Escola Estadual de Ensino Fundamental (EEEF) General Osório. A homenagem ao colégio osoriense foi realizada no Salão Júlio de Castilhos, devido ao centenário da instituição.

A cerimônia contou com a presença de diversas autoridades, incluindo o prefeito de Osório, Roger Caputi; o presidente da Câmara de Vereadores osoriense, Miguel Calderon; o vice-presidente da Câmara de Osório, João Pereira; o coordenador da 11ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Fabricio Soares; o secretário-adjunto da 11ª CRE, Rodrigo Firme; além de professores, funcionário, alunos e ex-alunos do General, que lotaram um ônibus para acompanharem o ato realizado em Porto Alegre.

A honraria foi entregue às mãos da diretora Maria de Lurdes Pelissoli pelos deputados Luciano Silveira (MDB), proponente da homenagem, e Paparico Bacchi (PL), presidente em exercício do Legislativo gaúcho. “É uma homenagem justa, a uma Escola que faz parte da história, sendo uma das pioneiras do Litoral Norte, que passou por diversas lutas, sempre conseguindo se transformar ao longo do tempo”, declarou Luciano.

Mesmo não tendo estudado na instituição, o parlamentar tem uma relação com o General, visto que sua esposa Bianca e seus filhos já estudaram na instituição. Conforme Silveira, o General Osório trata-se de um exemplo de “Escola pública de qualidade”, onde seus servidores fazem mais com menos, ganhando um valor que, nem sempre, é o mais adequado. Ainda durante a sua fala, o parlamentar ressaltou o desafio das Escolas Estaduais de competirem com as instituições de ensino do Município, principalmente em relação as estruturas, visto que, segundo Silveira, para a realização de qualquer investimento nos colégios municipais o processo é bem menos burocrático.

VÍDEOS E FALAS DAS AUTORIDADES

Na sequência, foi apresentado dois vídeos, um com imagens antigas e atuais da Escola General e depoimentos sobre a instituição; e um segundo, com uma mensagem do deputado federal Alceu Moreira (MDB), parabenizando o colégio. Vale ressaltar que ele não pode estar presente, devido a compromissos políticos em Brasília (DF). Depois foi a vez das autoridades presentes se pronunciarem.

A professora mais antiga do General, Patrícia Endress, afirmou que não há uma família na cidade que não tenha, ao menos, uma pessoa que tenha passado pela Escola, a qual, segundo ela, é a mais tradicional de Osório. “Viva os 100 da nossa Escola e vida longa para o General Osório”, desejou Patrícia.

O presidente do Legislativo osoriense, Miguel Calderon, ressaltou a importância do General. Ele lembrou que, na época, só existia a prefeitura, a Câmara de Vereadores, a Igreja e a Escola: “A sociedade foi se estruturando em torno dessas instituições, principalmente, na Escola, que dá norte e transforma a sociedade”, afirmou Calderon. O vereador ainda complementou, dizendo que: “Precisamos comemorar o que a Escola fez pela história da sociedade de Osório e região. A transformação que ela permitiu às pessoas que passaram por lá. Ela é um marco da educação do Litoral Norte”, declarou o presidente da Câmara de Vereadores de Osório.

Presidente do Legislativo osoriense, Miguel Calderon. – FOTO: Raul Pereira

“Colégio qualificado, que foi referência para boa parte dos moradores de Osório. Desejo que o nosso General Osório possa contar mais 100 anos de glória na educação, de responsabilidade e capacidade transformadora. E que, principalmente, continue sendo essa escola que está na memória de grande parte da sociedade osoriense”, disse o deputado federal Alceu Moreira.

Deputado Federal Alceu Moreira.

Ex-aluno do General Osório, Roger Caputi afirmou ser gratificante poder participar das comemorações dos 100 anos da instituição. Para ele, a Escola foi a “extensão da sua casa”. Durante sua fala, o prefeito osoriense contou que, como morava atrás do colégio, durante o intervalo, ele pulava o muro da Escola para ir tomar café em casa e depois retornava para brincar com os colegas. “Foi a base da minha educação. Eu passei por outras escolas, mas, sem sombra de dúvida, o General Osório me marcou e estará sempre presente em minha vida. Parabéns ao General Osório e que possamos ter mais 100 anos, com investimentos nas estruturas e mais melhorias, porque sabemos que são importantes para a formação dos nossos jovens”, pontuou Roger.

Prefeito de Osório, Roger Caputi. – FOTO: Raul Pereira

Muito emocionada, a diretora Lurdes aproveitou a ocasião para agradecer a todos pela justa homenagem e disse estar grata por poder estar vivendo este momento. Conforme ela, a sua relação com o colégio teve início há muitos anos atrás quando seus filhos começaram a estuda no General. Pouco tempo depois, foi Lurdes que entrou na Escola para atuar como professora, cargo que ocupa a cerca de 15 anos.

A diretora também falou sobre a relação da comunidade com a Escola, que vai além do ensino, com a instituição se tornando parte da família de cada um, passando de geração em geração. “O General não é uma escola qualquer. Ela é a casa da comunidade de Osório”, afirmou a professora. Ciente das responsabilidades do seu cargo, Lurdes disse estar honrada e feliz por poder estar à frente desta instituição tão importante na data do seu centenário.

No final, a diretora dedicou a homenagem a toda comunidade escolar, ressaltando a importância de todas as pessoas que passaram pelo General ao longo de seus 100 anos. Ela ainda dedicou a honraria a todas as escolas do país que, “fizeram, fazem e sempre farão a diferença na vida das crianças. A escola é necessária, não somente para a aprendizagem de conteúdo, mas também, para a socialização e para a saúde mental dos nossos alunos, se tornando um refúgio para eles”, concluiu Maria de Lurdes.

Diretora do General Osório, Maria de Lurdes. – FOTO: Raul Pereira

Após a fala do deputado Paparico foi encerrada a primeira parte da homenagem, que teve sequência durante Sessão Plenária da Assembleia Legislativa. Mais uma vez, o deputado Luciano Silveira fez questão de homenagear o centenário da Escola General Osório, desta vez durante o Grande Expediente. Além dele, também tomaram a palavra os parlamentares: Sofia Cavedon (PT), Professor Bonatto (PSDB), Elton Weber (PSB), Adriana Lara (PL), Edivilson Brum (MDB), Dr. Thiago Duarte (União) e Airton Lima (Podemos).

Equipe da Escola General Osório e autoridades osorienses.

HISTÓRIA

“Mesmo comandado pelo Partido Republicano Rio-Grandense, de origem positivista e, portanto, defensor da ideia de que a educação seria atribuição da família, o governo do Estado vislumbrou a necessidade de se adaptar às necessidades da época, uma das quais a de oferecer o ensino primário público, já que durante a Primeira República via-se na educação a solução para os problemas nacionais”, relatou o deputado Luciano Silveira.

A trajetória da Escola General Osório, com a fundação da 15ª Escola Mista e com a designação da professora Maria Thereza Villanova de Castilho, pelo Decreto nº 3.042, de 28 de outubro de 1922, para exercer as suas atividades em Conceição do Arroio, antigo nome do município de Osório. Fundada em 08 de abril de 1924, a instituição nasceu como Grupo Escolar General Osório, sendo por muitos anos, sede do Colégio Conceição, até que este passasse a funcionar em prédio próprio.O General conta, atualmente, com 15 turmas do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, totalizando mais de 800 alunos.

Escola General Osório foi fundada na data de 08 de abril de 1924.