Cidades do Litoral Norte recebem cerca de R$ 4,9 milhões do FPM

Nesta sexta-feira (20), cidades de todo o país recebem à segunda parcela de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor repassado pelo Governo Federal é de cerca de R$ 1,6 bilhão. O montante é 41% maior que o segundo decêndio de setembro, quando os municípios receberam aproximadamente R$ 938,4 milhões. Também houve um aumento em comparação com o mesmo período do ano passado, quando as cidades receberam R$ 1,2 bilhão.

De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o FPM representa a maior receita de pelo menos cerca de 60% das cidades brasileiras. Esse dinheiro é usado para pagar despesas básicas das cidades, como folha de pagamento dos servidores e fornecedores.

Os 23 municípios do Litoral Norte gaúcho receberam a quantia de R$ 4.875.897,48 (quatro milhões oitocentos e setenta e cinco mil oitocentos e noventa e sete reais e quarenta e oito centavos). Capão da Canoa e Tramandaí receberam a maior fatia, pouco mais de R$ 458,4 mil. Na sequência, vem Osório, que recebeu a quantia de R$ 416.744,11 (quatrocentos e dezesseis mil setecentos e quarenta e quatro mil e onze centavos). Fecham o top 5 dos maiores valores recebidos pelo FPM na região, as cidades de Santo Antônio da Patrulha e Torres, ambas com R$ 375 mil. A seguir veja a quantia recebida por cada município no FPM no segundo decêndio de outubro.

REPASSE DO 2º DECÊNDIO DE OUTUBRO DO FPM

Capão da Canoa e Tramandaí: R$ 458.418,01;

Osório: R$ 416.744,11;

Santo Antônio da Patrulha e Torres: R$ 375.069,19;

Imbé: 250.046,46;

Balneário Pinhal, Cidreira e Xangri-lá: R$ 208.371,55;

Mostardas, Palmares do Sul, Terra de Areia e Três Cachoeiras: R$ 166.697,64;

Arroio do Sal, Capivari do Sul, Caraá, Dom Pedro de Alcântara, Itati, Mampituba, Maquiné, Morrinhos do Sul, Tavares e Três Forquilhas: R$ 125.022,73;

TOTAL: 4.875.897,48