Prefeitura de Xangri-lá é alvo de Operação da Polícia Civil

Policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na sede da prefeitura de Xangri-lá.

A Polícia Civil (PC) deflagrou na última sexta-feira (14), as Operações Falso Cristal e Reação Química. Ambas estão relacionadas ao combate de crimes contra a administração pública, corrupção ativa e passiva, falsificação documental e associação criminosa. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos municípios de Capão da Canoa, Estrela, Nova Santa Rita e Xangri-lá. Ao todo, foram apreendidos: uma pistola calibre 7.65 milímetros, uma espingarda 28 milímetros, celulares, documentos e uma quantia em dinheiro.

As investigações tiveram início após a realização da Operação Sol Poente. Na ocasião, foi investigada a prática de delitos licitatórios e de associação criminosa no Executivo de Xangri-lá. Desta vez, um mandado foi cumprido na prefeitura da cidade. De acordo com a PC, um servidor da Secretaria de Meio Ambiente é suspeito de ter solicitado vantagens financeiras indevidas a empresários que prestam serviços de hidrojateamento e sucção em condomínios de luxo abrangidos pela Comarca de Capão. Em nota, a prefeitura de Xangri-lá afirmou que a ação está relacionada a um ex-servidor, não havendo relação com a atual Gestão.

Durante as ações foram apreendidos celulares, documentos e uma quantia em dinheiro. – FOTOS: PC