Polícia prende 2º suspeito de envolvimento em triplo homicídio em Pinhal

Corpos foram encontrados em residência na praia de Magistério. - FOTO: BM

A Polícia Civil (PC) segue investigando o triplo homicídio ocorrido em Balneário Pinhal na última quarta-feira (14). Na tarde de segunda (19), um homem foi preso em Alvorada (na região Metropolitana), suspeito de envolvimento no crime. De acordo com a PC, o indivíduo, de 32 anos, seria um dos autores dos disparos.

O sujeito foi preso em uma residência no bairro Aparecida. No local, os policiais apreenderam 1,3 quilo de crack, uma balança de precisão e embalagens para armazenar os entorpecentes. O indivíduo, que já tinha antecedentes criminais, foi preso, juntamente com sua esposa, de 24 anos, pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico. O casal foi levado à Delegacia de Polícia (DP) e, posteriormente, encaminhado ao sistema prisional.

Suspeito de envolvimento no crime foi preso em Alvorada com 1,3 quilo de crack. – FOTO: PC

O OCORRIDO

A Brigada Militar (BM) foi acionada na manhã de quarta-feira (14), após três homens serem encontrados mortos em uma residência de Pinhal. O crime aconteceu na Rua Santa Cruz, na praia de Magistério. Quando os Policiais Militares (PMs) chegaram ao local, encontraram os indivíduos mortos com ferimentos de arma de fogo. As vítimas, que não tiveram as identidades divulgas, tinham 16, 24 e 48 anos.

Conforme a BM, testemunhas relataram terem ouvido ao menos 10 disparos de tiros. No local foram encontradas cápsulas de armas calibre nove e 40 milímetros. Os autores do triplo homicídio estariam abordo de um automóvel de cor prata. PMs realizaram buscas na região, mas não conseguiram localizar nenhum suspeito. O caso foi registrado na Delegacia de Pinhal e a Polícia está investigando o triplo homicídio. A suspeita é de que o crime estaria relacionado com o tráfico de drogas, já que os homens mortos pertenciam a um grupo criminoso da região.

CARRO QUEIMADO

Também na noite de quarta, os Bombeiros foram acionados após um veículo estar pegando fogo na praia de Magistério. O Sandero foi abandonado na Rua Iraí. Os Bombeiros conseguiram apagar o fogo rapidamente e ninguém ficou ferido. Após consulta ao sistema, foi confirmado que o carro queimado estava em situação de furto e com as placas clonadas. A Polícia suspeita que o veículo tenha sido utilizado no triplo homicídio ocorrido em Pinhal. Conforme a PC, o automóvel foi recolhido e passará por Perícia.

Suspeita é de que veículo tenha sido utilizado durante triplo homicídio. – FOTO: CBM

OUTRO SUSPEITO PRESO

Ainda na mesma noite, a Polícia prendeu em Porto Alegre, um homem suspeito de envolvimento no triplo homicídio em Pinhal. Conforme a PC, o indivíduo, de 23 anos, teria levado os atiradores até a casa, onde houve as mortes. Ele foi ouvido e conduzido ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. Além disso, a Polícia informou que já identificou outro dos atiradores e segue investigando para tentar localizar os demais envolvidos no crime.