Efetivo da Brigada no Litoral recebe reforço

Agentes do Comando de Policiamento de Choque começaram a atuar na região na última quarta-feira (6). - FOTO: BM

O Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Litoral Norte (CRPO Litoral), durante o mês de setembro, contará com um reforço no seu efetivo. Desde a última quarta-feira (6), os Policiais Militares (PMs) do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPAT) passaram a contar com auxílio dos agentes do Comando de Policiamento de Choque (CPChq).

Conforme a Brigada Militar (BM), a chegada dos PMs trata-se de uma “antecipação estratégica” à Operação Golfinho, que terá início em dezembro. O comandante do CRPO Litoral, o tenente-coronel Ney Humberto Fagundes Medeiros, explicou que a tropa adicional do CPChq atuará no patrulhamento ostensivo nas 25 cidades que abrangem a área de atendimento do CRPO Litoral. Ainda segundo o tenente-coronel, a expectativa com o reforço policial é poder diminuir, ainda mais, os dados criminais registrados na região no mês de agosto.

NÚMEROS

De acordo com o balanço divulgado pelo CRPO Litoral, na comparação com julho deste ano, em agosto houve redução, tanto nos registros de roubo quanto nos de furto, sendo que os roubos de veículos caíram pela metade. Além disso, também houve redução nos crimes de roubo a pedestres (38,4%), furto e/ou arrombamento (35,2%) e furto de veículo (4%).

Somente em agosto, o CRPO Litoral apreendeu 11 quilos de drogas, como maconha, crack e cocaína, e 79 armas, entre outros materiais ilícitos. Ao todo, foram abordadas 12.506 pessoas em 4.791 ocorrências, sendo fiscalizados 8.417 veículos. Dessas, 178 pessoas foram autuadas em flagrante e 62 foram autuadas, precisando assinar termos circunstanciais. Além disso, 21 foragidos da Justiça foram capturados no Litoral.