Encerradas obras em trechos da Freeway

Trecho entre Gravataí e Porto Alegre foi concluído durante final de semana. - FOTO: Fabiano Panizzi

A CCR Viasul informou que está totalmente liberado o fluxo nos locais onde realizava obras de adequação e melhoria em nove pontos da BR-290 (Freeway), localizados entre os quilômetros 74 e 88 da rodovia, nos dois sentidos entre Gravataí e Porto Alegre. O anúncio foi feito na segunda-feira (27), quase uma semana antes do prazo previsto inicialmente pela Concessionária no início das obras, em agosto deste ano.

Conforme o cronograma da empresa, restavam ainda quatro pontos com bloqueio de, pelo menos, duas faixas: a ponte no km 81 da pista Leste sobre o canal DNOS II, a ponte sobre o Rio Gravataí no quilômetro 84 da pista Oeste e as duas pontes no quilômetro 88 em ambos os sentidos, sobre o canal DNOS I. Tais locais tiveram as ações concluídas ao longo do final de semana. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 30 milhões para a conclusão dos serviços.

MELHORIAS SEGUEM

A concessionária lembra, no entanto, que as obras seguem em execução em alguns locais, porém, sem a necessidade de manter o bloqueio ininterrupto da rodovia. Dessa forma, os 250 operários divididos em nove frentes seguem promovendo os trabalhos de implantação de passeio e acostamentos nas estruturas, todavia, sem interferência no fluxo da rodovia.

“Sabíamos dos transtornos que todos esses bloqueios causariam e, por isso, fizemos um plano de comunicação e divulgação bem amplo e robusto buscando informar o maior número de pessoas para que pudessem programar seu trajeto em decorrência do aumento do tempo de deslocamento. Ao mesmo tempo, não medimos esforços para que pudéssemos liberar as pistas o mais breve possível, resultado esse alcançado após o empenho das equipes que atuaram diuturnamente, inclusive em períodos de condições climáticas adversas, para que conseguíssemos liberar os pontos com quase 1 semana de antecipação”, enfatiza o gerente de Operações da CCR Viasul Paulo Linck.

Paulo enumera também que tais melhorias que, a partir de agora, irão promover a segurança viária, “uma vez que possibilita melhor acomodação do fluxo, principalmente em períodos mais intensos como durante a Operação Verão e feriados prolongados, diminuindo o risco de colisões”. Por fim, outro ponto indicado pelo gerente de Operação da CCR é o ganho na agilidade no atendimento a ocorrências, visto que “as viaturas terão mais espaço para trafegar pelo acostamento, reduzindo o tempo de resposta em salvamentos”, finaliza Linck.