HSAP sofre com filas nos atendimentos

Hospital de Santo Antônio da Patrulha realizou mais de 10 mil atendimentos de urgência entre os meses de fevereiro e março. - FOTO: PMSAP

O Rio Grande do Sul como um todo está passando por uma crise na Saúde, com os hospitais sofrendo com superlotações. Assim como no resto do Estado, as instituições do Litoral Norte gaúcho também passam por momentos difíceis, como por exemplo, o Hospital de Santo Antônio da Patrulha (HSAP).

Nesta semana, a Prefeitura Municipal de SAP (PMSAP) lançou uma nota, informando que o HSAP está com filas de atendimentos, devido ao aumento de casos de síndromes respiratórias, algo bastante comum nesta época do ano. Conforme o comunicado, o Hospital está realizando os atendimentos normalmente, porém, com um tempo de espera bem maior que o habitual. A prefeitura de Santo Antônio pede que as pessoas só procurem o HSAP em casos mais graves, possibilitando mais agilidade no atendimento.

NÚMEROS

A alta procura por atendimento se reflete nos números divulgados pela prefeitura de SAP. Administrado pela Associação Vila Nova, o Hospital de Santo Antônio da Patrulha registrou mais de 10 mil atendimentos de urgência entre os meses de fevereiro e março, com 373 internações. Foram efetuadas aproximadamente 750 cirurgias, sendo 350 procedimentos vasculares e cerca de 345 oftalmológicos. Já na parte dos exames, destaque para as 991 tomografias realizadas. Além disso, foram feitas 341 ecografias e 315 mamografias.