Adiada Audiência que definiria futuro do HSVP

Hospital de Osório

OSÓRIO – O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) segue sem um futuro definido, pelo menos por enquanto. A Audiência Pública que poderia definir quem ficaria com a administração do HSVP, marcada para acontecer na segunda-feira (25), acabou sendo adiada e, até o momento, não tem nova data para ser realizada.

No último dia 29 de agosto, durante a primeira Audiência realizada no Fórum da cidade, o Executivo local propôs ficar responsável pela desapropriação do imóvel, onde passaria a administrar a instituição de Saúde. O valor apresentado foi de 25 milhões de reais, pelo prédio e o terreno do Hospital, o qual foi contestado pela Associação São Vicente. Conforme o presidente Marco Pereira, após avaliação de um engenheiro, o preço ficaria em torno de R$ 50 milhões, o dobro do apresentado pelo Município. Diante desse cenário, o Executivo solicitou que a nova Audiência fosse adiada para que seja realizada outra avaliação.

Em caso de desapropriação do HSVP, o valor será pago pelo Município, por meio de empréstimo no Banrisul, sendo os juros decorrentes, quitados pelo Governo do Estado. Após o pagamento, a prefeitura passará a controlar o Hospital, podendo haver a terceirização do serviço, por meio de contrato a uma empresa especializada.